DICAS DE TRABALHO

Informações básicas

  • Um trabalhador do sexo oferece sexo em troca de dinheiro ou outros benefícios.
  • Trata-se de todos os atos que possam deixar-te excitado ou possam deixar o/a cliente excitado(a).
  • Disponibiliza algum tempo para consultar todas as informações.

Drogas

O consumo de drogas faz com que fiques menos inibido e aguentes mais tempo durante o sexo. Leva menos tempo a ultrapassar os teus limites. Portanto, corres um elevado risco de contrair uma IST ou o VIH. Se usares, está atento aos riscos, toma nota dos efeitos e estabelece acordos com os teus parceiros sexuais.
Para mais apoio e informações, visita www.druglijn.be, www.infordrogues.be, www.lasdrogas.info ou www.chemsex.be.

  • Se aceitares drogas de uma pessoa desconhecida, não tens a certeza da qualidade das mesmas. Tem cuidado;
  • Evita a partilha do teu material (agulhas, seringas e outros dispositivos);
  • Faz pausas do consumo e permite-te descanso;
  • Não usa o viagra ou outros remédios para aumentar a potência em combinação com poppers, speed ou cocaína;
  • Define o que é necessário fazer quando alguém sofre um desmaio.Cuida um do outro;
  • Fala sobre o uso de preservativo e sexo seguro;
  • Avisa alguém em que confies se enfrentares problemas;
  • Se for necessário consulta um médico e não oculta nada sobre quais e quantas drogas tens usado.

Dinheiro

  • Antes do sexo, determina o preço do que queres (deixar) fazer;
  • Tenta manter o teu preço tanto quanto possível, mesmo se o cliente insistir num preço mais baixo;
  • Assegura-te de que o cliente paga antes do sexo;
  • Põe algum dinheiro de lado para o tempo em que não fazes trabalho sexual ou desistes do trabalho.

Saúde

  • Lembra-te de descansar e de dormir bastante;
  • O desporto e exercício físico dão energia e têm efeitos relaxantes;
  • Limita o consumo de álcool, drogas e tabaco
  • Comer e beber:
    • Come com calma;
    • Come de forma saudável e equilibrada, evita açúcar e gordura em excesso, come bastantes frutas e legumes;
    • Não bebe demais café, refrigerantes ou bebidas energéticas.

Internet

A Internet (sites de perfil, chat e aplicações de encontros) oferece um meio útil a trabalhadores(as) do sexo para conhecerem clientes.
Atenção: tudo o que colocas em linha pode ser visto por toda a gente e usado contra ti. Pode continuar a perseguir-te e ter consequências desagradáveis. Tem cuidado com a partilha de informações pessoais.

  • Informações pessoais:
    • Utiliza alcunha (nickname) ou apenas o teu nome próprio;
    • Nunca coloca fotos e/ou vídeos reconhecíveis de ti (nu);
    • Nunca coloca informações sobre quem és, onde estás e onde moras ou trabalhas;
    • Desativa os serviços de localização;
    • Protege os teus perfis;
    • Utiliza endereço de email anónimo;
    • Toma conhecimento dos riscos de sexting
  • Se tiveres um site, faz com que esteja transparente e tenha uma descrição clara dos teus serviços;
  • Não aceita qualquer pedido de amizade nas redes sociais;
  • Pede ao cliente que ative a webcam durante a conversa no chat;
  • Se encontrares pornografia infantil, podes denunciar através de www.childfocus.be.

Clientes

  • Sempre fala de maneira sincera sobre os teus serviços, a tua idade, as tuas fotos, etc.;

  • Assegura-te de que o cliente te respeita e vice-versa;

  • Respeita a confidencialidade das informações pessoais dos teus clientes;

  • Antes do sexo, fala de forma clara sobre o que quer fazer ou deixar fazer por qual preço;

  • Para evitar fakers ou clientes falsos, pede ao cliente que ligue quando está no lugar de encontro;

  • No primeiro encontro, é melhor encontrar-se num local público ou na tua área em vez de dar logo a tua morada;

  • Indica os teus próprios limites e para se não te sentires confortável com o que estás a fazerou a ser feito.

Para os clientes de trabalhadores(as) do sexo

  • Estabelece bons acordos e expressa claramente os serviços e o preço desejados;
  • Respeita os limites do(a) trabalhador(a) do sexo;
  • Faz o teste regular das IST e do VIH, faz sexo de forma segura;
  • Avisa a polícia se enfrentares qualquer abuso ou coação;
  • Visita www.seksualiteit.be para mais informações.

Vítimas

Se és ou foste vítima de violência física ou verbal, é muito importante que o denuncies. A transfobia, a homofobia e o racismo são circunstâncias agravantes e devem ser denunciados.

Podes recorrer a:

  • A polícia local; a polícia aplica diretivas específicas relativas à violência transfóbica e à discriminação de pessoas transgénero;
  • UNIA (Serviço local do Centro Interfederativo da Igualdade de Oportunidades)
  • Lumi (o antigo Holebifoon)
  • Instituto da igualdade entre homens e mulheres
  • Organizações para trabalhadores(as) do sexo

Desistir

Afastar-se
  • Muda de número de telemóvel;
  • Remove os números de clientes (fixos);
  • Apaga os teus perfis nos sítios que usaste pelo trabalho sexual;
  • Se tiveres um sítio web, exclui-o;
  • É possível pedir ao Google ou a outros motores de pesquisa para excluir da pesquisa os resultados com o teu nome;
  • Pensa no qual e a quem queiras contar do teu trabalho sexual;
  • Pensa no que vais colocar no currículo sobre o período em que (apenas) era trabalhador do sexo.
Dinheiro
  • Anda à procura de uma renda regular;
  • Faz um planejamento financeiro;
  • Pede ajuda se for necessário.
Manter ocupado
  • Anda à procura de uma atividade útil para ti: trabalho (voluntário), formação, passatempo, etc.
  • Mantém contacto com membros de família e amigos que não têm nada a ver com o trabalho sexual. Cria uma rede fora da cena.
Aguentar
  • Nunca te esqueças dos motivos pelos quais decidiste desistir;
  • Aguenta mesmo se não desse certo na primeira vez;
  • Pede ajuda se for necessário.

Segurança

  • Assegura-te de que tens alguém em que confies que podes contactar se houver problemas;
  • É boa ideia avisares à pessoa em que confies com quem, onde e quando tens um encontro e quando estás no lugar de encontro;
  • Leva o telemóvel: as aplicações “Encontrar iPhone” ou “Where’s My Droid” ajudam a localizar o teu dispositivo;
  • Assegura-te de que podes identificar-te em qualquer momento;
  • Assegura-te de que as tuas coisas estão sempre bem próximas para que possas partir logo se for necessário;
  • É boa ideia ligares ao cliente quando estás no lugar de encontro;
  • Está atento ao comportamento do cliente;
  • Para se não gostares;
  • Se estiveres a ser ameaçado:
    • Procura saída sem permitires ao cliente bloquer o caminho;
    • Se não conseguires fugir, tenta acalmar o cliente e evita provocar ainda mais violência;
    • Faz barulho. Grita. Corre para um lugar onde haja outra gente;
    • Liga para o 101. Expressa de forma clara onde estás e o que está a acontecer.

Legislação

Sexo é permitido
  • Com permissão clara.
    Um menor de 16 anos não pode dar consentimento. Exceção: entre os 14 e os 16 anos, desde que a diferença de idade não exceda 3 anos.
  • Se o consentimento não for retirado; nem durante o ato.
É punível:
  • Sexo sem consentimento.
  • Violação da integridade sexual (anteriormente chamada de “ataque indecente”). Por exemplo . forçar alguém a se despir, forçar alguém a se masturbar, tocar os seios,…
  • Estupro, mesmo que a penetração não seja completa.
  • Crime contra a pessoa (anteriormente “crime contra a ordem familiar e a moral pública”)
  • Voyeurismo: significa que as pessoas, sem serem vistas, ficam sexualmente excitadas ao olhar para certos objetos, pessoas ou atividades.
  • Incesto: um membro da família abusa sexualmente de uma criança ou jovem.
Trabalho sexual
  • Você pode se for maior de idade .
  • A publicidade é permitida como
    • Você anuncia seus próprios serviços.
    • Seu anúncio é colocado em uma plataforma da Internet ou outro meio especificamente destinado ao trabalho sexual.
    • A plataforma de internet demonstra que faz esforços razoáveis para combater o abuso da prostituição e o tráfico de seres humanos.
  • Você pode alugar uma casa junto com outras profissionais do sexo em que oferece serviços sexuais, desde que não haja relação de autoridade entre vocês.
  • Pimping é proibido e é
    • Organizar o trabalho sexual de outra pessoa para benefício pessoal.
      • Receber compensação por exercer controle hierárquico sobre profissionais do sexo.
      • Coordenar a atividade das diferentes profissionais do sexo (determinação do horário de trabalho, horário de trabalho, …).
      • Exceções determinadas por lei:
        • Procedimento de aprovação para operadores.
        • Condições essenciais dentro das quais o trabalho sexual pode ser organizado.
        • Condições impostas ao gerente, não à profissional do sexo.
    • Promover, incitar, incentivar ou facilitar a prostituição com o objetivo de obter, direta ou indiretamente, uma vantagem econômica anormal ou qualquer outra vantagem anormal.
      (Esta situação refere-se ao abuso de serviços sexuais oferecidos por outra pessoa. Por exemplo, pedir aluguel excessivo ou exigir serviços sexuais além do pagamento regular por, por exemplo, um contador. Alugar um quarto de hotel a uma trabalhadora sexual independente a um preço normal é permitido alugar um quarto de hotel pelo dobro do preço porque se trata de uma trabalhadora do sexo é punível, e qualquer pessoa que facilite ativamente esse abuso também é punível.)
    • Tomar medidas para prevenir ou dificultar a saída da prostituição.
  • O tráfico de pessoas é proibido
    • O tráfico de seres humanos é “o recrutamento, o transporte, a transferência, o alojamento, o acolhimento de uma pessoa, a troca ou transferência de controlo sobre ela para a explorar”. ( por exemplo , trazer uma pessoa para a Bélgica com a intenção de fazê-la trabalhar na prostituição.)
    • Casos de abuso e tráfico de pessoas devem ser imediatamente denunciados às autoridades policiais e judiciárias.
  • A incitação pública ao trabalho sexual é proibida.
    • Incitar as pessoas à prostituição com materiais publicitários.
    • Use qualquer meio, por exemplo . oferecendo refeições, presentes ou outras iscas.
  • Não é possível declarar a nulidade de um contrato para profissionais do sexo.

Legislação do trabalho
  • É possível registares-te num Espaço Empresa como trabalhador do sexo independente.
  • Ao registares como trabalhador independente, deves pagar impostos e contribuições sociais. Tem a vantagem de constituíres uma pensão e teres seguro no caso de doença.
  • Visita www.socialsecurity.be e www.violett.be para mais informações sobre tudo o que precisares antes de começares.

© INFO4ESCORTS  As informações contidas neste site não podem ser usadas para fins legais.   TERMOS E CONDIÇÕES - POLÍTICA DE COOKIES - POLÍTICA DE PRIVA